Feng Shui

Feng Shui significa "vento" e "água" e a teoria que lhe está subjacente é de que todos os espaços têm uma vida, uma "energia" própria que influencia decisivamente os seus habitantes em todas os aspectos da vida.
Já alguma vez considerou que a disposição das mobílias na sua casa ou escritório, as cores das paredes, os materiais utilizados, a posição para onde dorme, a cadeira onde se senta para comer ou trabalhar, podem influenciar positiva ou adversamente todas as áreas da sua vida?
Pois bem, os especialistas de Feng Shui (pronuncia-se Fang Shué) dizem que sim e a confirmar os resultados estão empresas como a Body Shop, Aeroporto de Chicago, British Airways, ou o Hotel do Chiado em Lisboa (para além de muitas outras) que contrataram técnicos de Feng Shui para melhorar o ambiente de trabalho e aumentar a produtividade e bem estar.
O Feng Shui é uma arte originária da China, tem mais de 4000 anos e é usado em todo o Extremo Oriente, apesar de também existirem teorias semelhantes um pouco por todo o Mundo.
Feng Shui significa "vento" e "água" e a teoria que lhe está subjacente é de que todos os espaços têm uma vida, uma "energia" própria que influencia decisivamente os seus habitantes em todas os aspectos da vida. Da mesma forma que um acupunctor ou terapeuta de shiatsu detectam no corpo desequilíbrios energéticos específicos que são corrigidos através de agulhas ou da manipulação, um praticante de feng shui diagnostica os mesmo desequilíbrios num espaço e tenta corrigi-los através do uso apropriado de cores, objectos, disposição de mobília, podendo ir ao mais ínfimo pormenor de um qualquer espaço físico.
Ao estudar um espaço utiliza-se o chamado bagua (ver ilustração); o bagua representa os oito pontos cardeais, cada um deles relacionado com um aspecto específico das nossas vidas:
O norte, simbolizado por água, está relacionado com a carreira, sexualidade, espiritualidade.
O nordeste, simbolizado por solo branco, com individualidade, competitividade, introspecção.
Este, madeira verde, relaciona-se com iniciativa, recomeço e simboliza a força pura da Primavera.
Sudeste, madeira verde escura, está associado a comunicação, sorte, progresso harmonioso.
O sul, representa o fogo vermelho e simboliza a fama, reconhecimento público, visibilidade, paixão.
O sudoeste, solo negro, representa os relacionamentos, uma energia mais feminina e receptiva.
Oeste, metal vermelho, é associado a prazer, dinheiro, criatividade.
Noroeste, metal banco, representa a liderança, autoridade, organização, capacidade de planeamento.
O centro da casa, tem uma mistura de todas as energias e é associado à saúde ou ao bem estar geral.
Duma forma geral, cada uma das áreas da casa mencionadas deve possuir uma energia fluida e pulsante ou as áreas correspondente da vida podem ter problemas.
Também, conforme a energia correspondente, utilizam-se mobílias, materiais de construção ou cores compatíveis. Assim, é preferível ter um aquário a Norte (representado por Água) do que a Sul (Fogo). É melhor colocar objectos de metal a oeste ou nordeste (ambos representados por metal) do que a este ou sudeste (madeira). É muito mais benéfico utilizar a cor verde a este ou sudeste do que, por exemplo a sudoeste.
Considere por favor que estou a generalizar e que o processo de diagnóstico e correcção dos problemas pode ser bastante mais complexo.
Tipicamente, numa "consulta" de Feng Shui, o consultor reunir-se-á com o cliente, tentando saber quais são os objectivos pretendidos com a casa em questão e quais os problemas principais que nesse momento afectam a sua vida. De seguida, estudará cuidadosamente a casa (que pode ser um pequeno apartamento ou todo um arranha-céus) e elaborará um relatório sobre o que deve ser mudado e como devem essas mudanças ser efectuadas, de forma a atingir os objectivos pretendidos.
As alterações não são, na maioria dos casos, muito complicadas ou dispendiosas e tornarão o espaço muito mais funcional, acolhedor e esteticamente mais agradável.
Apesar existirem diferentes escolas de Feng Shui todas elas assentam nos mesmos princípios teóricos: movimentação da energia ki no espaço, teoria de yin e yang, teoria das 5 transformações chinesas e os oito trigramas.
No Feng Shui, a orientação da cama onde dormimos é considerada fundamental.
Se a cabeça estiver virada para:
Norte - torna-nos muito mais sossegados e espirituais e é preferível para pessoas de mais idade.
Nordeste - é considerada a pior posição para dormir, criando um sono mais perturbado e irregular
Este - aumenta a criatividade e a ambição é a posição ideal para jovens.
Sudeste - melhora a comunicação e a capacidade de influenciar positivamente os outros
Sul - apesar de criar um carácter mais apaixonado, torna a pessoa mais excitável e não contribui para um sono profundo.
Sudoeste - o sudoeste está relacionado com melhores relacionamentos, mas considera-se que é preferível evitar o eixo nordeste-sudoeste para dormir.
Oeste - está relacionado com conforto e contentamento mas é preferível para pessoas cujas vidas já estejam estabelecidas.
Noroeste - relacionado com liderança, controle e autoridade, o noroeste contribui para um sono profundo e diz-se que é a posição ideal para pessoas num cargo de autoridade e para pais.
Dos imensos livros disponíveis em português sobre o Feng Shui, o mais bem estruturado e claro parece-me ser o "Feng Shui Prático" de Simon Brown, Círculo de Leitores.
Feng Shui em Acção - o que pode fazer em sua casa para melhorar o Feng Shui:
Coloque plantas verdes em casa - as plantas verdes enriquecem o ar em oxigénio e criam uma energia mais viva e activa.
Mantenha o espaço tão ordeiro como possível - evite acumulação de bugigangas e mobílias e certifique-se que pode caminhar facilmente por toda a casa, sem ter que andar sempre a desviar-se.
Não carregue o telemóvel no quarto de dormir - as ondas electromagnéticas emitidas pelos telemóveis criam uma energia ki mais caótica, o que deve de todo evitar no quarto de dormir.
De uma forma geral, não tenha as costas viradas para as portas - a posição é muito mais desconfortável e não nos sentimos protegidos.
Em casa e no escritório utilize materiais naturais - madeira, algodão, metal, vidro, etc., são de longe preferíveis a plástico ou tecidos sintéticos.
Dê preferência a mobílias com cantos arredondados - são esteticamente mais bonitas e têm uma energia mais pacífica.
Evite ficar sentado a um canto de uma mesa ou exposto a uma esquina de um móvel - as esquinas têm o nome de ki cortante e não nos deixam descontrair.