Alergias - Uma abordagem natural

Os sintomas alérgicos são uma reacção exagerada do sistema imunitário e a sua terapia passa pelo desenvolvimento duma imunidade mais forte, de forma a que o organismo se adapte melhor ao meio ambiente circundante.

As alergias são um dos problemas de saúde que mais tem aumentado desde a 2ª Guerra Mundial, em especial nos países industrializados, particularmente em crianças.

A variedade de alergias modernas é impressionante e há pessoas tão sensíveis que, factores normais do dia a dia podem desencadear crises alérgicas assustadoras. Uma vez que existe uma unidade entre o corpo e a mente, penso que as alergias não se manifestam apenas de uma forma física mas também através de fenómenos emocionais: quando somos hipersensíveis a factores ambientais ou alimentares tornamo-nos também menos capazes de aceitar críticas, diferenças ou pessoas com formas de ver a vida - diferentes da nossa.

A abordagem convencional às alergias é, regra geral, evitar as substâncias alergéneas de forma a que as crises não se manifestem. Nalguns casos mais sérios utilizam-se medicamentos como anti-histamínicos ou corticoesteróides (cortisona).

No entanto, a não exposição às substâncias aparentemente causadores das alergias ou o uso de medicamentos não resolve verdadeiramente o problema, evitando apenas que os sintomas se manifestem de uma forma mais extrema.

Podemos considerar que os sintomas alérgicos são uma reacção exagerada do sistema imunitário e que a sua terapia passa pelo desenvolvimento duma imunidade mais forte, de forma a que o organismo se adapte melhor ao meio ambiente circundante.

De entre os factores que mais contribuem para uma menor imunidade penso que os mais relevantes são:

1. A alimentação moderna - uma alimentação com grandes quantidades de açúcar, produtos lácteos, alimentos refinados, solanáceas (tomates, batatas, beringelas), alimentos de origem tropical, "fast food", tende a enfraquecer o sistema imunitário. A não ingestão regular de alimentos que fortalecem a imunidade como cereais integrais, vegetais, feijões contribui igualmente para o problema.

2. Vida sedentária - a vida moderna é tão facilitada que utilizamos um elevador para subir um lanço de escadas, o automóvel ou autocarro para percorrer 400 metros e sentamo-nos a uma secretária durante todo um dia de trabalho. A actividade física regular é essencial para que o sistema linfático se mova e renove, e muitas das alergias melhoram substancialmente quando as pessoas começam a ser mais activas fisicamente.

3. Factores ambientais - a exposição regular a campos electromagnéticos como os emitidos pelos telemóveis, computadores, televisões, fotocopiadoras, aparelhos de ar condicionado, tende também a enfraquecer o sistema imunitário. Se bem que seja praticamente impossível evitar estas conveniências modernas, devemos limitar seu uso ao estritamente necessário. É também aconselhável ter plantas verdes em casa e no escritório, que ajudam a minimizar o efeito maléfico dos aparelhos eléctricos e electrónicos e a purificar o ar. Dê também preferência a materiais naturais para a casa e no vestuário, como por exemplo madeira, algodão , papel, linho, etc., evitando materiais e tecidos sintéticos.

4. Uso abusivo de medicamentos - Se bem que os medicamentos possam salvar vidas, o uso abusivo e indiscriminado de antibióticos, anestésicos, cortisona e fármacos em geral tende a enfraquecer a imunidade. Os medicamentos devem ser utilizados só quando realmente necessários e recomendados por um médico.

Se tiver em consideração os aspectos referidos, particularmente aqueles em relação aos quais tem um grande poder de escolha - alimentação, actividade física, materiais utilizados no vestuário - é possível que as alergias melhorem consideravelmente.

 

FRICÇÃO DO CORPO COM UMA TOALHA QUENTE E HÚMIDA

Esfregar o corpo com uma toalha quente e húmida, um método desenvolvido por Michio Kushi, é um excelente tratamento para as alergias.

Ao esfregar o corpo, a circulação sanguínea melhora e é activada, a circulação linfática é acelerada, os poros da pele abrem, ajudando o organismo a eliminar as toxinas através da pele, e estimula os meridianos de energia utilizados na acupunctura.

Mergulhe uma toalha de algodão em água bem quente ou simplesmente coloque-a debaixo da torneira de água quente. Torça-a e de seguida esfregue todo o corpo até a pele ficar rosada (sempre que a toalha arrefeça volte a mergulhá-la em água quente), dando particular atenção aos dedos dos pés e das mãos.

Faça esta fricção durante cerca de 15 minutos de manhã e/ou à noite. Para além de actuar beneficamente sobre o sistema imunitário, ajuda também a melhorar a vitalidade e, se realizada antes de dormir, a dormir melhor.

CALDO DE VEGETAIS DOCES

As alergias estão frequentemente associadas a hipoglicemia (níveis baixos de açúcar) ou a níveis de açúcar instáveis. Se sofre de alergias tente beber todos os dias ou frequentemente uma chávena deste caldo.

Preparação:

½ chávena de cenouras cortadas
½ chávena de cebolas cortadas
½ chávena de couve lombarda cortada
½ chávena de abóbora
4 vezes mais de água

Deixe os vegetais levantar fervura, baixe o lume para o mínimo e deixe ferver em chama muito baixa durante cerca de 20 minutos. Coe e beba.

VEGETAIS VERDES DE RAMA

Os minerais são essenciais para fortalecer o sistema imunitário e tratar as alergias. Coma todos os dias uma boa quantidade de vegetais verdes de rama como rama de nabo, nabiças, couve portuguesa, alho francês, etc., cozinhados no vapor.

Curiosidade:

Se pretende estudar em detalhe o efeito da alimentação, estilo de vida e factores ambientais no desenvolvimento das alergias e outros problemas modernos, leia o livro recentemente editado em Portugal: "A Humanidade numa Encruzilhada" de Michio Kushi e Alex Jack, UME Edições.