2ª Edição | Curso Saúde Integral da Mulher | 20 Jan a 12 Mai

O curso Saúde Integral da Mulher é um curso único no seu género, que pretende oferecer a todas as mulheres um olhar profundo sobre as bases da sua saúde psicofísica.  Aqui se cruzam e se integram várias áreas do conhecimento do corpo feminino, várias abordagens naturais aos problemas físicos específicos das mulheres, assim como vivências profundas e conscientes através do movimento, expressão corporal e dança.

 

Módulo 1.       Ciclo ovárico e saúde menstrual - 20 Jan

Módulo 2.       Contracepção natural (Fertility Awareness Method I) - 21 Jan

Módulo 3.       Potenciar a Fertilidade (Fertility Awareness Method II, e outras abordagens naturais) - 17 Fev

Módulo 4.       Puberdade e adolescencia - 18 Fev

Módulo 5.       Gravidez, Parto e Pós-parto - 14 Abr

Módulo 6.       Dos 40 para cima: os anos da transição - 15 Abr

Módulo 7.       Integração em Movimento - 12 Mai

 


CONTEÚDOS DO CURSO

É um curso com uma forte coerência interna, onde os temas se seguem com uma ordem específica:

-Ciclo ovárico e uterino desde o ponto de vista fisiológico, significado e  possíveis caminhos de cura natural dos transtornos menstruais (dores, sintomas pre-menstruais, irregularidades ou ausência de ciclos, etc).

-Fertility Awareness Method, método que oferece uma uma compreensão científica dos sinais de fertilidade e infertilidade em cada ciclo, o que permite usar o método em ambos sentidos (contracepção versus potenciamento da fertilidade). Também ajuda a compreender as variações de desejo sexual, comportamentos sociais, percepção do tempo e da realidade emotiva.

-Panorâmica das fases ligadas às várias idades: puberdade e adolescência, idade adulta, sexualidade, gravidez, parto e pós-parto, pré-menopausa e os anos da transição. Cada uma com os seus desafios específicos e as abordagens naturais que os podem acompanhar, desde a Alimentação à Fitoterapia, Aromaterapia entre outras.

Em todas estas fases, será contrastada a informação científica com a visão oriental da saúde (Yin e Yang, 5 transformações) para poder integrar ainda melhor o conhecimento com a prática e o estilo de vida.

 


OBJECTIVO DO CURSO

A fisiologia feminina pode assim ser compreendida desde o ponto de vista racional e analítico, mas ao mesmo tempo a ciclicidade mensal contém e manifesta significados emocionais, sociais e sexuais que transcendem completamente a dimensão científica do fenómeno. O objetivo do cursoé a descoberta destes significados e das suas conexões e interrelações na nossa vida diária é, para que esta sabedoria de género possa ser partilhada com outras mulheres (e homens), e aplicada na nossa vida e/ou profissão. Por isso, paralelamente à teoria o Curso inclui também uma parte prática onde convidamos todas as participantes a sentir, explorar e vivenciar a energia de cada um dos arquétipos femininos presentes no inconsciente coletivo e em cada uma de nós através do movimento do corpo e da dança. Os arquétipos, introduzidos na psicologia por C. Jung, são padrões de existência e comportamento que se encontram no inconsciente coletivo (a parte do inconsciente que não é individual mas universal). Estes padrões podem ser descritos em forma de mitos e historias de deuses, deusas, e outros seres mitológicos, e evocam sentimentos e imagens. Eles continuam vivos através dos milénios, porque nos falam das verdades da natureza humana. Conhecer e explorar os significados simbólicos dos mitos ligados às divindades femininas clássicas pode oferecer luzes inesperadas sobre nós próprias, especialmente se estes significados são vinculados a vivências físicas. Portanto vai ser no corpo em movimento que vamos integrar todos os fragmentos de intuição ou compreensão que resultarem da nossa indagação que é racional e emocional ao mesmo tempo.

Esta é uma viagem poderosa ao nosso mundo interior que nos permite aceder às nossas memórias e emoções mais intrínsecas, abrindo o caminho para a compreensão e aceitação de quem somos e consequentemente, através da vivência física das nossas emoções, libertar bloqueios e aceder a patamares mais elevados de consciência e plenitude.

A dança é um veÍculo poderoso de comunhão com nós próprios e com os outros, uma forma subtil mas profunda de expressar a alma através do corpo.

 


DESTINATÁRIOS

O curso é aberto a todas as mulheres de todas as idades que tenham interesse no seu próprio caminho de auto-conhecimento e cura.

É importante frisar a diferença entre este curso e o ciclo de workshops sobre alguns dos mesmos temas que chegaram a acontecer no ano letivo passado: aqui não nos vamos limitar a passar informações, mas pretende-se uma integração profunda dos conteúdos. Do ponto de vista fisiológico, todas temos um passado (puberdade, juventude, desafios ligados à fertilidade ou infertilidade), um presente (seja ele qual for) e um futuro (menopausa), com vivências e significados importantes sobre os quais reflexionar. Podemos não querer ou poder ter (mais) filhos, mas  o conhecimento daquilo que é uma capacidade biológica do nosso corpo pode ser uma ocasião preciosa para explorar significados simbólicos da maternidade, que pode ser entendida num sentido amplo, que transcende o facto de conceber e dar à luz um bebé. Além disto, em qualidade de terapeutas, educadoras, tias, irmãs, avós ou amigas, sempre vamos poder ter um papel importante na vida de outras mulheres e mães.

 


PROGRAMA DETALHADO DO CURSO

 

MÓDULO 1 - Ciclo ovárico e saúde menstrual - 20 JAN

Parte teórica: Fisiologia do ciclo ovárico e menstrual. Mecanismos subjacentes às suas alterações (irregularidades do ciclo, dores, alterações do humor, acne, etc), e possíveis caminhos de cura natural: Alimentação, Fitoterapia,  Aromaterapia,  Moxibustão, Movimento, entre outras.

Parte prática: Exploração em movimento do Arquétipo da Artemisia, a deusa da conexão à Natureza, ao corpo, à Terra, dona e conhecedora de si própria.

 

MÓDULO 2 - Contracepção natural (Fertility Awareness Method I) - 21 JAN

Parte teórica: Método que oferece uma uma compreensão científica e prática dos sinais de fertilidade a avaliar ao longo do ciclo, o que permite o seu uso como método contraceptivo com a mesma eficácia que a contracepção hormonal se usado corretamente. 

Parte prática: Exploração em movimento do Arquétipo da Athena, a deusa que nasceu da cabeça do Pai, a planificadora, a organizadora, a hipervigilante, a grande estratega da sua própria vida. Ultrapassar as limitações que a caraterizam, ou seja a “couraça”, o encarar a sua feminilidade como uma limitação.

 

MÓDULO 3 - Potenciar a Fertilidade (Fertility Awareness Method II, e outras abordagens naturais) - 17 FEV

Parte teórica: Instrumentos úteis para se orientar entre os vários tipos de avaliação convencional da fertilidade do casal. Uso do Fertility Awareness como método para rastrear ovulação e potenciar a fertilidade natural. Estratégias de primeira linha em caso de alterações (Alimentação, Fitoterapia, etc). Tratamentos complementares para acompanhar tratamentos convencionais.

Parte prática: Exploração em movimento do Arquétipo da Afrodite, a deusa alquémica, a receptiva, a transformadora, a que conserva a capacidade de brincar e a frescura da sua sexualidade.

 

MÓDULO 4 - Puberdade e adolescência - 18 FEV

Parte teórica: A primeira menstruação sinaliza a entrada no processo de maturação sexual, que vai estar em evolução e mudança durante alguns anos. As raparigas podem demorar anos em começar a ter um padrão menstrual individual “normal”, regular, e sem grandes sintomas adversos associados (sangramentos abundantes, síndrome pré-menstrual, dores menstruais, acne, etc).  A abordagem convencional nesta fase de ajuste, é quase sempre a de cortar o problema à raiz através da contracepção hormonal, a qual simula menstruações mensais pelos sangramentos que no entanto não são em absoluto ciclos menstruais: sem ovulação, não existe menstruação. O processo de maturação dos eixos hormonais não pode ocorrer, já que não há vestígio dos nossos normais mecanismos biológicos. No entanto existem abordagens diferentes que podem ajudar a ultrapassar essas questões, em pleno respeito da fisiologia feminina e ajudando a promover saúde a todos os níveis, a curto e longo prazo.

Parte prática: Exploração em movimento do Arquétipo da Prosérpina, a donzela frágil, a jovem que ainda não sabe quem ela é, mas que contém nela o potencial todo, como uma semente. Ultrapassar a necessidade de ser aprovada pelos outros, os estereótipos sobre atitudes físicas femininas, trabalhar a aceitação do nosso corpo tal e como ele é.

 

MÓDULO 5 - Gravidez, Parto e Pós-parto - 14 ABR

Parte teórica: Soluções para os pequenos desconfortos associados à gravidez. Técnicas de alívio natural da dor no trabalho de parto. Pós-parto: cuidados naturais para a mãee o bebé.  Amamentação: mitos e realidades. O caos emocional como oportunidade de crescimento, enraizamento e superação de traumas e bloqueios.

Parte prática: Exploração em movimento do Arquétipo de Demeter, a nutridora, a curadora, a generosa, mas também aquela que tem que aprender a dizer “não”.

 

MÓDULO 6 - Dos 40 para cima: os anos da transição - 15 ABR

Parte teórica: Para muitas mulheres, a ideia da menopausa equivale a um senso de luto, perda, ou tabu.  Isto deve-se a uma cultura na qual o valor da mulher é diretamente e exclusivamente relacionado com o seu aspecto físico e a sua juventude. Uma cultura que ainda patologiza (e medica) qualquer manifestação da fisiologia da mulher, e claramente não podia poupar a menopausa. Preparar a transição é fundamental e passa por reconhecer os sinais incipientes da pré-menopausa que podem começar tão cedo como aos 35 anos: alterações dos ciclos (mais curtos ou mais longos, fluxo mais escasso ou mais abundante, aparecimento ou regresso de sintomas pré-menstruais, etc). Mudanças mais ou menos subtis na nossa forma de estar,  agir e pensar que são marcadas pelas mudanças hormonais em curso. Sinais que não querem dizer que que falte muito pouco para a menopausa, nem que a nossa fertilidade acabou, mas sim que estamos a entrar lentamente numa etapa diferente que aos poucos, no curso dos próximos anos,nos vai levar até à menopausa.

A nível de conteúdos, serão ferramentas para viver em harmonia e aceitar com graciosidade aquilo que será, esperemos, uma etapa muito longa da nossa vida.Mais uma vez, os nossos aliados serão a Alimentação, a Fitoterapia, e o conhecimento da fisiologia feminina, entre outros.

Parte prática: Exploração em movimento do Arquétipo de Héstia, a deusa do recolhimento, da introspeção e auto-conhecimento, a sábia à qual recorrem outras mulheres. A mulher que já não precisa do reconhecimento externo do seu valor.

 

MÓDULO 7 - Integração em Movimento - 12 MAI

Aqui vai deixar de haver uma separação entre teoria e prática, e vai-se fechar o círculo num grande respiro de partilha, comunhão e integração de todas as facetas do feminino através do movimento e da dança. 

 


FORMADORAS

Teoria: Antonella Vignati, Naturopata especializada em Saúde da Mulher,  Fitoterapeuta, Acupuntora, Educadora Perinatal, e Conselheira de Aleitamento Materno.

Movimento e Dança: Bibi Fernandes: Licenciada em Dança e Curso de competências pedagógicas; fundadora, coordenadora pedagógica e diretora artistica da EDSAE - Escola de dança e Teatro Musical; Formadora, coreógrafa e professora de dança na vertente de Danças Sociais, Teatro Musical, Ritmos do mundo e Ritmos da Terra.

Ambas formadas também no Curso curricular de Macrobiótica do IMP.

 
Horário: 
das 14h30 às 19h30
Preço: 
300€ | Opção de pagamento: 50% do valor na inscrição e o restante montante no início do curso.

Formadores

Antonella Vignati

Sou Naturopata formada em 2010 pela EAN (Estudos Avançados de Naturologia). Paralelamente, sou Conselheira de Aleitamento Materno (OMS/Unicef) e tenho formação de Doula com Michel Odent, e de Educadora Perinatal com Adriana Tanese Nogueira (ONG Amigas do Parto).

Bibi Fernandes

Licenciada pela Escola Superior de Dança em Lisboa, no ramo de espectáculo, Bibi Fernandes fundou a EDSAE - Escola de dança e Teatro Musical, escola de ensino profissional na área das artes de espectáculo, sendo sua coordenadora pedagógica e diretora artística.