Macrobiótica Nível 4 - Especialização em Aconselhamento e Comunicação

8 a 14 de Julho | 2ª-feira a domingo

 


Programa do Curso - Macrobiótica Nível 4

Ficha de Inscrição

 


APRESENTAÇÃO

Uma nova visão sobre cuidados de saúde e nutrição está a despertar, este novo paradigma combina sistemas de sabedoria tradicional com a ciência contemporânea. Se desenvolveu os seus estudos em cuidados de saúde macrobiótica ao longo dos 3 níveis, esta é a possibilidade de ir mais além.
Esta especialização tem como objectivo ajudar os alunos a aliar a teoria à prática, particularmente na áreas de diagnóstico, aconselhamento e comunicação. Serão também ministrados novos conhecimentos em cada uma das categorias mencionadas, nomeadamente diagnóstico da língua, técnicas avançadas de diagnóstico e de comunicação. Uma parte significativa do curso terá uma componente prática, sob a forma de práticas clínicas reais com pacientes. Os alunos terão a oportunidade de dar consultas sob a supervisão dos professores e com discussão posterior detalhada de cada um dos casos.
O objectivo principal é prepará-lo para ser um Consultor de Macrobiótica qualificado, dar-lhe-emos as ferramentas teóricas e práticas para que possa desenvolver todo o seu potencial e ter um papel activo na sociedade, promovendo a saúde e o bem-estar.

 


Metodologia do Curso

Iremos focar-nos nas aptidões práticas de aconselhamento macrobiótico e desenvolver a capacidade de apoiar os seus pacientes a alcançarem os seus objectivos de saúde, de forma sensata e realista. Esta formação inclui uma componente de teoria, práticas supervisionadas e desenvolvimento das capacidades de aconselhamento macrobiótico. É um programa interactivo e dinâmico, onde terá a oportunidade de explorar as suas necessidades específicas.
 

Temas

Rever e aperfeiçoar o código de conduta e ética e definir o propósito de um consultor macrobiótico. Cada aluno irá desenvolver o seu código de ética, definir o que tem para oferecer aos seus clientes, como trabalhar com outros profissionais de saúde, estabelecer limites e identificar quais os temas essenciais a abordar numa consulta.

 

Cada aluno irá desenvolver o seu PUV (ponto único de venda) e aprender qual a melhor forma de o comunicar. É importante sabermos identificar os nossos pontos fortes e desenvolver uma identidade no mercado de trabalho, o que nos torna especiais e o que temos de singular para oferecer aos nossos pacientes.  Temas abordados: marketing e autopromoção em websites, blogs, vídeos, redes sociais e networking.

 

Um consultor deve ter conhecimentos sobre culinária macrobiótica, saber cozinhar pratos com boa apresentação, coloridos e deliciosos é uma mais valia. Iremos explorar a escrita de receitas e ferramentas eficazes para tornar a alimentação macrobiótica ainda mais atractiva.

 

Irá, também, desenvolver os seus próprios protocolos macrobióticos, com base nas condições de saúde de Oshawa, de forma a ter recomendações específicas para as mais diversas condições de saúde: aumentar a vitalidade, melhorar a qualidade de sono, transição para uma dieta equilibrada e saudável, aprender a apreciar alimentos naturais, melhoria de memória, redução de stress, bem-estar emocional, pensamento positivo, entre outros.
Estas são algumas das condições de saúde às quais podemos aplicar a macrobiótica, através de mudanças no estilo de vida e na alimentação, e que promovem a saúde e o bem-estar.
Também serão criados protocolos para ajudar pacientes que desejam perder peso, controlar a pré-diabetes e a diabetes, melhorar a digestão, reduzir inflamação e melhorar a qualidade do sangue (colesterol, pressão arterial e níveis de nutrientes). À medida que for desenvolvendo esta capacidade, vai poder criar novos protocolos para qualquer condição que queira tratar.

 

Comunicação e relação com clientes. Parte do sucesso de uma consulta assenta na qualidade das recomendações oferecidas pelo consultor, contudo, também é importante o cliente sentir-se inspirado e motivado e assim ganhar mais confiança no processo. Iremos explorar as várias abordagens possíveis: se devemos ter uma abordagem mais prescritiva ou educativa nas recomendações dadas, e como distinguir qual das opções funcionará melhor, tendo em conta as necessidades do cliente com quem se está a trabalhar. Para trabalhar estes temas iremos aplicar a teoria das 5 transformações, Yin Yang, assim como métodos científicos.

 

Sessões práticas de aconselhamento macrobiótico. Os alunos irão realizar sessões de aconselhamento macrobiótico sob supervisão. As sessões terão o acompanhamento e revisão dos formadores, que o irão ajudar a aperfeiçoar e desenvolver a suas capacidades. Iremos usar como guias principais: os 7 níveis de Saúde e os 7 níveis de Discernimento de Oshawa, assim como as 5 Transformações. Nestas sessões serão analisadas as recomendações dadas, em que base assentam e se foram apresentadas com clareza, garantindo que os pacientes consigam aplicar as recomendações e, assim, atingir mudanças significativas nas suas vidas.

 


Conclusão e Avaliação

Para a avaliação final os alunos terão que entregar os seguintes projectos:
  • Um vídeo de curta duração, ou um podcast, com uma apresentação sobre macrobiótica, Yin Yang e as 5 transformações.
  • Um trabalho escrito sobre um tema da macrobiótica, que deverá incluir referências a livros, pesquisa ou estudos científicos.
  • Criar uma receita e fornecer fotografias ou vídeos que descrevam todos os passos, e que mostrem o resultado final da confecção da receita.
  • Entregar o relatório de 3 consultas de macrobiótica realizadas.
 
O certificado final será entregue com base na conclusão destes projectos. Os alunos terão 3 meses para entregar os trabalhos propostos após o curso ter terminado. Os formadores do curso darão assistência e apoio durante todo o processo.
O nosso objectivo é apoiar os alunos a evoluírem de forma confiante, com mais conhecimentos e motivação, para que se sintam totalmente preparados para dar o próximo passo na sua jornada macrobiótica e, assim, integrarem o núcleo de profissionais de macrobiótica. Todos juntos podemos criarmos uma sociedade mais consciente, sustentável, saudável e feliz.  Junte-se a nós e faça parte da (r)evolução.

 


Formadores

Este curso será leccionado por professores e consultores profissionais de macrobiótica, incluindo Bill Tara, Simon Brown, Lourenço de Azevedo e Rosalina Silva.

 


Requisitos

Este curso destina-se a quem tenha frequentado os primeiros 3 níveis do curso Anual de Macrobiótica. O que equivale a, pelo menos, 60 dias de formação e que incluem os princípios da Macrobiótica, teorias e técnicas de culinária.  A selecção será feita através de candidatura, por favor, forneça todos os detalhes da sua formação.
Caso o candidato não tenha qualquer uma das qualificações referidas, terá que ser submetido a uma entrevista prévia de selecção.
O curso será leccionado em Inglês, com tradução para Português.

 


PREÇOS E CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

Opções de pagamento: 
  • pronto pagamento: 513€
  • Mensalidades: 100€ de Inscrição + 2 prestações de 235€ (1ª mensalidade até 31 de Abril,  2ª mensalidade até ao 1º dia de aulas)
Formas de Pagamento
  • Multibanco, Transferência Bancária, Numerário

 


 
Data: 
8 a 14 de Julho de 2019
Horário: 
das 9h30 às 18h30

Formadores

Bill Tara

Californiano e pioneiro em cuidados de saúde naturais, Bill Tara é um dos líderes do movimento macrobiótico mundial, tendo pedido ao Congresso Americano para dar o seu testemunho em questões relacionadas com saúde.

Lourenço de Azevedo

É licenciado em Medicina Tradicional Chinesa pela Escola Superior de Medicina Tradicional Chinesa de Lisboa e pela "Nanjing Univesity of Traditional Chinese Medicine", na RPC em, 2003.

Rosalina Silva

Rosalina Silva, concluiu o bacharelato de Guia Intérprete e Técnica de Turismo no ano de 1980, e o “Proficiency” no Cambridge em 1997, tendo ainda frequentado o Curso de línguas e literaturas modernas – Inglês e Alemão da Universidade Clássica de Lisboa.

Simon Brown

Iniciou os seus estudos em Macrobiótica nos anos 80. Estudou com Michio Kushi, Shizuko Yamamoto e Denny Waxman, nos Estados Unidos da América, e dirigiu a Associação Macrobiótica de Filadélfia.